top of page

ELETRICIDADE, AMBIENTAL, TI -TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GRAFOTÉCNICAS

aseta.png
VOLTAR
Pericia-Grafotecnica-para-Pedagogos-1.jpg

PERÍCIAS EM ELETRICIDADE -  Para avaliações de cunho elétrico, a emissão de laudos técnicos fundamentados em normas da ABNT atestando a segurança das instalações elétricas e performance do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas. Serviços de utilidade residencial e comercial.

 

Desta forma , o Laudo Elétrico deve ser emitido por um Engenheiro Eletricista ou um Técnico em Eletrotécnica com base em inspeções e medições realizadas nas instalações elétricas, à luz dos requisitos estabelecidos pelas normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

 

A elaboração de Laudo Técnico de Avaliação pode ser feito em condições onde se encontram as instalações elétricas de baixa tensão da medição das grandezas elétricas e detecção de problemas nos painéis e quadros de distribuição de energia elétrica, apontando soluções técnicas para os problemas elétricos encontrado, aferindo sua conformidade com as normas técnicas aplicáveis, como NR10 (Segurança Em Instalações e Serviços em Eletricidade), está que inclui  baixa, média e alta tensão, as Norma Técnica Brasileira NBR-5410 (Instalações elétricas em baixa tensão), Norma Técnica Brasileira NBR-5419 (Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas).

 

Além destas avaliações, um laudo importante para as Empresas são os Laudos de SPDA, este com a finalidade de verificar e identificar para-raios , onde serão analisadas as condições do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosférica.

PERÍCIA AMBIENTAL – Tratam de diversas frentes avaliativas que determinam as condições ambientais da localidade, sejam urbanos ou rurais rios, lagos, praias, que envolverão municípios, terrenos, empresas, estabelecimentos comerciais, áreas rurais, hospitais, onde serão realizados levantamentos ambientais aferidos e avaliados em conformidade às legislações específicas para cada ambiente.

Avaliação ambiental consiste na avaliação de um determinado local com a aplicação de diferentes metodologias, visando gerar um diagnóstico ambiental, geralmente descrevendo os níveis de contaminação, distúrbio ou preservação de uma determinada área. Como qualquer processo avaliativo, a avaliação ambiental é fundamentada em critérios ou referenciais de qualidade que permitirão classificar o ambiente sob avaliação em função de seu grau de conservação, contaminação ou qualidade.

A avaliação ambiental inclui a avaliação de impacto ambiental, a avaliação ambiental estratégica, a avaliação de desempenho ambiental, a arbitragem, peritagem ambientais e a avaliação e gestão de riscos ambientais.

A primeira etapa de uma avaliação ambiental preliminar é a identificação de áreas potencialmente impactantes (APIs) no interior do site alvo da investigação. Define-se como API “local onde são manipuladas ou foram manipuladas substâncias, cujas características físico-químicas, biológicas e toxicológicas possam causar danos aos bens a proteger” (CETESB, 1999). Uma avaliação ambiental preliminar é composta pelas seguintes etapas:

  • Levantamento e análise de Documentação;

  • Inspeção de reconhecimento e entrevistas;

  • Elaboração do modelo conceitual de investigaçã
     

PERÍCIAS EM TI -TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO- Baseada em fundamentos científicos, a perícia digital utiliza um conjunto de técnicas e procedimentos para coletar, analisar e apresentar evidências encontradas nos meios digitais. O objetivo é identificar informações relacionadas a eventos passados (o que foi acessado, instalado ou armazenado em um computador, por exemplo.

 

Certamente estamos vivendo uma era onde os crimes cibernéticos se tornaram mais comuns e lucrativos. Com isso, surgiu uma nova demanda no mercado de tecnologia da informação: a de profissionais capazes de testar sistemas antes que um agente mal intencionado o comprometa e essa profissão ficou conhecida como Pentester. 

Qual é a importância desse profissional perito (Pentester): Teste de invasão, ou também conhecido popularmente como Pentest, é o nome dado a um serviço de segurança de rede que tem como objetivo prevenir que um atacante obtenha acesso não autorizado a infraestrutura de TI de uma empresa.

Essa prevenção é realizada simulando os possíveis vetores de ataques que poderiam ser explorados por um agente mal intencionado. Sendo assim, ao realizar esses testes, é possível detectar se uma rede, serviço ou infraestrutura está vulnerável a alguma espécie de ataque cibernético.

Certamente, o termo “Pentest” tem chamado muito a atenção das pessoas e tem se popularizado cada vez mais devido a uma onda crescente de ataques virtuais que vem ocorrendo nos últimos anos.

 

Baseada em fundamentos científicos, a perícia digital utiliza um conjunto de técnicas e procedimentos para coletar, analisar e apresentar evidências encontradas nos meios digitais. O objetivo é identificar informações relacionadas a eventos passados (o que foi acessado, instalado ou armazenado em um computador, por exemplo). Esta tarefa pode ter seu início a partir de uma solicitação da justiça ou de forma particular, como por exemplo, através de solicitação de uma empresa.

 

O conceito de integridade é fundamental para atuar neste ramo. A integridade garante que não ocorram modificações em dados ou informações. Logo, quando aplicada, a perícia digital garante que as provas obtidas e apresentadas em laudos periciais e em pareceres técnicos não sejam invalidadas por questionamentos relacionados a possíveis adulterações.

 

O perito deve ter adequada atenção durante a obtenção e análise de provas digitais, de forma a certificar a integridade destes procedimentos. A norma que apresenta a metodologia para garantir a integridade de provas digitais é a NBR ISO/IEC 27037: Tecnologia da informação – Técnicas de segurança – Diretrizes para identificação, coleta, aquisição e preservação de evidência digital.

 

Sobre as atividades executadas pelos peritos digitais, existe uma série de exames que são frequentemente realizados. Exames e procedimentos em locais de crime de informática, geralmente, ocorrem em todos os casos. Eles abrangem a identificação, mapeamento e preservação dos equipamentos computacionais que possam estar envolvidos no crime e que contenham informações úteis para a compreensão do caso.

PERÍCIAS GRAFOTÉCNICAS - Perícia Grafotécnica, ou grafotecnia, é a ciência que tem como principal objetivo verificar se um manuscrito é autêntico, ou uma falsificação. Entenda por manuscrito todos os documentos, ou parte deles, que foram escritos à mão (incluindo assinatura).

 

Dentre os elementos analisados na perícia grafotécnica, verifica-se a qualidade do traçado, o grau de habilidade gráfica, os valores angulares e curvilíneos, o andamento e os momentos gráficos, o ritmo, o calibre, o comportamento da escrita em relação à sua linha de pauta, base e outros classificados como elementos de ordem geral. A técnica de aplicação da Grafoscopia na prática é chamada de Perícia Grafotécnica.

 

A perícia grafotécnica consiste em aplicar os exames grafotécnicos ou exames grafoscópicos nas escritas em investigação no intuito de saber se elas foram produzidas de determinado punho escritor ou não. A perícia grafotécnica é muito utilizada para averiguação de falsidade ou autenticidade de assinaturas, seja em contratos bancários, contratos particulares, notas promissórias ou qualquer outro tipo de documento.

 

É por isso que ela também é conhecida como “perícia de assinatura” e o profissional que a aplica de “perito de assinatura”. Casos como falsificação de assinatura contratos de empréstimo consignado em nome de idosos, falsificação de assinatura em contratos de telefonia empresariais, falsificação de assinaturas em promissórias, falsificação de assinaturas em abertura de contas bancárias, falsificação de assinatura em testamentos e muitos outros tipos de contratos são corriqueiros nestes noticiários.

 

O assistente técnico grafotécnico. Neste caso o perito irá emprestar seu conhecimento técnico em grafotécnica à uma das partes do processo. É que ao nomear um perito judicial grafotécnico o juiz permite que cada parte nomeie um assistente técnico grafotécnico. Apesar de facultativo à cada parte, a grande maioria opta por contratar este profissional. É que ele, o assistente técnico, é o profissional com conhecimento técnico na área capaz de supervisionar o trabalho do perito judicial, para garantir que este não cometa erros e seja totalmente imparcial em seu labor.

Cabe ao assistente técnico elaborar quesitos ao perito judicial, que são perguntas de cunho técnico com o intuito de nortear e garantir que todos os exames e detalhes sejam feitos e percebidos pelo perito do juiz. Também é sua tarefa acompanhar a colheita de material caligráfico, analisar o laudo judicial e emitir seu Parecer Técnico que poderá ser concordante ou discordante ao laudo do perito judicial. Se for discordante o assistente técnico se esforçará ao máximo para “derrubar” o laudo do perito do juiz; a este feito chamamos de impugnação do laudo judicial.

PERÍCIAS DE AVALIAÇÃO  - LAUDO DE VIZINHANÇA (RUÍDO EXTERNO – NBR10151) – 

Você sabia que todo estabelecimento que emite ruído necessita realizar uma avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade? Se você escolheu uma área habitada como local de atuação, você deve elaborar o laudo de ruído externo.

O Laudo de ruído externo é um dos documentos necessários para renovação de alvará ou abertura de um estabelecimento potencialmente gerador de ruído, exigido por diversos órgãos municipais para o funcionamento da empresa. Em alguns casos é solicitado por conta de denúncias ou processos ingressados por vizinhos ou moradores das proximidades.

Essa avaliação é realizada com base em medições de ruído comunitário, conhecida como Laudo de Ruído Comunitário; e que afere se a estrutura do estabelecimento é capaz de atender as exigências de isolamento de ruído previstas na norma ABNT NBR 10151 e nas demais leis do município.

Caso o ruído da empresa não esteja dentro dos limites previstos como níveis de conforto aceitáveis; serão propostas medidas para minimizar o impacto do ruído dentro das proximidades. Indústrias, bares, restaurantes, casas noturnas e igrejas deverão realizar o Laudo de Ruído conforme NBR 10.151.

 

IMPORTANTE SABER: A base a NBR 10151/2019 estabelece:

  • procedimento para medição e avaliação de níveis de pressão sonora em ambientes externos às edificações, em áreas destinadas à ocupação humana, em função da finalidade de uso e ocupação do solo;

  • procedimento para medição e avaliação de níveis de pressão sonora em ambientes internos às edificações provenientes de transmissão sonora aérea ou de vibração da edificação, ou ambos;

  • procedimento para avaliação de som total, específico e residual;

  • procedimento para avaliação de som tonal, impulsivo, intermitente e contínuo;

  • limites de níveis de pressão sonora para ambientes externos às edificações, em áreas destinadas à ocupação humana, em função da finalidade de uso e ocupação do solo e requisitos para avaliação em ambientes interno
     

A adoção de medidas para minimizar o ruído em áreas habitadas deve ser levado a sério, pois a sua empresa pode estar incomodando muita gente. Investir em melhorias para minimizar esse impacto na vizinhança é uma questão não somente da legislação, mas de bom senso; afinal, poderia ser você a pessoa incomodada. Respeitar os limites e a legislação em vigor é obrigação de todos.

Toda atividade industrial, comercial social ou recreativa que emita qualquer tipo de ruído ou barulho, precisa fazer uma medição do seu ruído e precisa de um laudo comprovando a sua situação, atendendo assim as legislações e se protegendo juridicamente de fiscalizações.

 

Nossos laudos de ruído ambiental são desenvolvidos com base na sua necessidade e usam a NBR 10151, a Resolução 001 do CONAMA e as Leis Municipais para emitir um parecer de como está o seu empreendimento com relação ao ruído, sugerindo os controles e soluções se for necessário.

 

Com um laudo de ruído ambiental você (suas vantagens):

  1. Garante o funcionamento do seu negócio;

  2. Tem a emissão de alvarás e licenças ambientais;

  3. Evita multas, embargos e interdições;

  4. Descobre se precisa fazer algum ajuste ou melhoria;

  5. Fica de bem com a vizinhança;

  6. Evita surpresas com a fiscalização;

  7. Tem uma prova documental incontestável;

  8. Atende e respeita a legislação.

 

Assim nota-se a grande importância da avaliação ambiental no que se refere a NBR10151, a qual irá regularizar todas as condições de emissão de ruído, enfatizando e adequando sua empresa nas questões legais e ambientais.

 

PERÍCIAS DE AVALIAÇÃO - LAUDO DE VIZINHANÇA/CAUTELAR (Avaliação estrutural - residências, edificações, etc., de vizinhança nos arredores de uma construção).

 

Toda vez que for necessário resguardar interesse às propriedades vizinhas à obra (ou ao logradouro público) a ser executada, seja em virtude do tipo das fundações a executar, das escavações, aterros, sistemas de escoramento estabilização, rebaixamento de lençol d’água, serviços provisórios ou definitivos a realizar, deve ser feita por profissional especializado habilitado uma vistoria.

 

O laudo cautelar de vizinhança visa registrar o estado de conservação e a estabilidade dos imóveis lindeiros a uma determinada obra, a fim de distinguir patologias pré-existentes à obra daquelas ocasionadas posteriormente.


Documento que visa proteger os interesses do construtor e dos moradores, evitando ações judiciais em casos de danos causados pela obra aos imóveis do entorno.


Documento a ser elaborado conforme a NBR 12.722 e orientações do IBAPE/SP.

 

A quem se destina?

 

  • Construtoras que pretendem construir ou reformar e com isso podem gerar impacto no imóvel vizinho

  • Vizinhos que pretendem se resguardar quanto ao surgimento de anomalias no imóvel no decorrer da obra

 

O Laudo de Vistoria de Vizinhança tem por objetivo evitar que imóveis residenciais ou comerciais sofram danos provocados por obras executadas no seu entorno. Ele é produzido antes mesmo das etapas de movimentação de terra e de fundações, precedido por uma inspeção que pode ser feita por engenheiros, arquitetos ou técnicos em edificações. “A maioria das construtoras de bom padrão já adquiriu a cultura de contratar profissionais da área de perícia para providenciar o laudo, com o objetivo de reduzir o número de litígios”, explica o engenheiro Misael Cardoso Pinto Neto, especialista em Perícias e Auditorias Ambientais.

 

Segundo ele, as construtoras normalmente têm, entre seus fornecedores de serviços, um rol de peritos de confiança. “O profissional não precisa, necessariamente, ser um perito, até porque o Código de Processo Civil, ao abordar o tema, esclarece que deve ser um profissional, de preferência, com curso superior. No âmbito da Justiça, esse profissional é alguém habilitado em perícia”, diz.

 

O laudo decorre de vistoria prévia nos imóveis do entorno da obra. São verificadas as condições de conservação de todos os ambientes, por meio de registro fotográfico e por escrito. O documento é posteriormente registrado em cartório, e uma cópia é entregue para cada proprietário. “O objetivo do Laudo de Vistoria de Vizinhança é identificar direitos e deveres do construtor e dos vizinhos diante de eventuais danos causados pela obra”, diz o perito. Além disso, com o laudo a empresa se previne de eventual má-fé de proprietários de imóveis degradados que querem levar vantagem, acusando judicialmente a empresa pelas patologias.

FALE CONOSCO

TIRE SUAS DÚVIDAS, SERÁ UMA HONRA ENTENDER SEU CASO, RETORNAMOS EM ATÉ 2 HORAS!

whatsapp (5).png

WhatsApp

telefono.png

Telefone

carta.png

E-mail

bottom of page